Cosméticos ORGÂNICOS x NATURAIS x VEGANOS


A população está ficando cada vez mais consciente quanto à preservação do planeta e, com isso, os produtos vão se adequando a esta nova realidade. Dentro deste contexto sugiram três categorias de cosméticos: os cosméticos orgânicos, naturais e veganos. Mas você sabe a diferença entre eles?


Embora os conceitos sejam muito confundidos e, muitas vezes, considerados sinônimos, existem particularidades que os diferenciam.



Cosméticos orgânicos:


Os cosméticos orgânicos não podem conter, em sua composição, substâncias químicas sintéticas ou materiais orgânicos fisicamente e/ou quimicamente processados, e precisam conter, NECESSARIAMENTE, no mínimo:


  • 95% de ingredientes orgânicos;

  • 5% de outros ingredientes orgânicos ou não.

Caso o produto contenha menos que entre 70% e 95% de ingredientes orgânicos, ele não é considerado um cosmético orgânico, mas pode apresentar, em seu rótulo, os dizeres "produto com ingredientes orgânicos".


Compreende-se por ingredientes orgânicos as matérias primas certificadas, de origem animal (desde que não envolva sofrimento deste) ou vegetal, não geneticamente modificadas, obtidas de maneira sustentável e livre de componentes nocivos à saúde.



Cosméticos naturais:


Os cosméticos naturais não podem conter, em sua composição, substâncias químicas sintéticas. Mas podem conter componentes naturais fisicamente e/ou quimicamente processados, desde que respeitem os processos autorizados e não descaracterize quimicamente a estrutura do componente natural.

Os cosméticos naturais também precisam conter, NECESSARIAMENTE, no mínimo:


  • 95% de ingredientes naturais;

  • 5% de outros ingredientes orgânicos ou não.


Compreende-se por ingredientes naturais as matérias primas certificadas, de origem animal (desde que não envolva sofrimento deste), mineral ou vegetal. Além dos ingredientes permitidos, as embalagens também estão entre os requisitos para a certificação e as empresas somente poderão usar as que podem ser recicladas.

Os seguintes ingredientes não são permitidos em cosméticos naturais:


  • corantes sintéticos;

  • fragrâncias sintéticas;

  • substâncias derivadas de propileno;

  • amônia;

  • silicone;

  • conservantes sintéticos;

  • dietanolamidas;

  • derivados de petróleo;

  • materiais geneticamente modificadas;

  • materiais provenientes de sofrimento animal.


Cosméticos veganos:


Os cosméticos veganos são aqueles que não possuem, em sua composição, ingredientes de origem animal (e testado em animais). Os cosméticos veganos também não podem ser testados em animais.

Todo cosmético vegano é, necessariamente, um cosmético orgânico ou natural?

NÃO! A classificação "vegano" diz respeito somente à restrição quanto ao uso de ingredientes de origem animal, mas não se restringe quanto aos ingredientes sintéticos. Sendo assim, um produto vegano pode conter ingredientes sintéticos e, desta forma, não ser considerado natural e/ou orgânico.


Todo cosmético orgânico ou natural é, necessariamente, vegano?

NÃO! Pois os cosméticos naturais e orgânicos podem fazer uso de ingredientes de origem animal, desde que não envolva o sofrimento do animal. Por exemplo: mel é de origem animal, se provado que foi obtido de maneira sustentável e sem sofrimento, ele pode ser usado como ingrediente.


Lembrando que esta classificação não é feita pelo órgão regulador brasileiro, ANVISA e existem certificadoras que inspecionam, avaliam e atestam os produtos quanto aos critérios citados acima.

Para um produto ser orgânico, natural ou vegano ele precisa ter o selo de uma certificadora? Não, necessariamente. O selo irá atestar que o produto obedece todos os critérios exigidos, mas existem empresas idôneas que realmente praticam o apelo realizado no rótulo.


Fonte: Ecocert (www.ecocert.com.br)

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo